Judô Notícias

Intercâmbio

CBJ, IKB e Embaixada do Japão se reúnem no Rio para alinhamento sobre o programa de intercâmbio Brasil-Japão

265.V

COB
Representantes das três instituições se encontraram na sede da CBJ e definiram os critérios do edital de seleção para a turma de 2019

Representantes das três instituições se encontraram na sede da CBJ e definiram os critérios do edital de seleção para a turma de 2019

Dando continuidade ao importante Programa de Intercâmbio Brasil-Japão, membros da Confederação Brasileira de Judô, da Embaixada do Japão no Brasil e do Instituto Kodokan do Brasil se reuniram nessa quinta-feira, 23, na seda da CBJ, no Rio de Janeiro, para alinhar o planejamento do projeto que já levou diversos professores brasileiros para a Universidade de Tsukuba, no Japão, desde 2016.

Participaram da reunião o presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges; o gestor executivo da CBJ, Robnelson Ferreira; o gestor de eventos da CBJ, Matheus Theotônio; o secretário da Embaixada do Japão no Brasil, senhor Hisayoshi Muto; a assessora cultural do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro, senhora Elisa Celino; o presidente do Instituo Kodokan do Brasil, senhor Takanori Sekine; e o secretário do Instituto Kodokan do Brasil e ex-atleta da seleção brasileira de judô, Daniel Dell'Aquila.

"Esse alinhamento é fundamental para o sucesso do programa. A CBJ abraçou o projeto junto à Embaixada do Japão e ao IKB, e nosso objetivo é dar continuidade visando à capacitação de cada vez mais professores brasileiros. Além do alto rendimento, entedemos que o Judô é uma grande ferramenta educacional que deve estar nas escolas também", afirmou Silvio Acácio, presidente da CBJ.

O edital de seleção de discente para integrar a turma de 2019 que fará o intercâmbio na Universidade de Tsukuba entre os meses de setembro e outubro será divulgado na próxima semana no site oficial da CBJ. Oito professores brasileiros serão selecionados a partir de critérios estabelecidos pela Embaixada do Japão, CBJ e IKB.

A agenda se estendeu também à uma visita à sede do Comitê Olímpico do Brasil, onde os representantes da CBJ e do Japão foram recebidos pessoalmente pelo presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira, e pelo gerente executivo de Desenvolvimento Esportivo do COB, Kenji Saito, evidenciando a importância dessa parceria para o esporte brasileiro.

Judô nas Escolas

Desde 2016, o Brasil e o Japão mantêm uma parceria para a troca de experiências esportivas e de organização dos Jogos Olímpicos. Uma das iniciativas, assinada durante o Fórum Mundial de Cultura e Esporte, teve como objetivo o envio de professores brasileiros de judô para treinamento no Japão, a fim de conhecerem a forma de ensino da modalidade em escolas públicas e replicarem o modelo no Brasil. Ao todo, 15 profissionais brasileiros já passaram pelo curso em parceria com a Universidade Tsukuba.

www.cob.org.br
Comitê Olímpico do Brasil

Mais...

Buscas

Todas as notícias