Circuito Loterias Caixa

Daniel Dias faz melhor marca do ano nos 50m costas no Circuito Loterias Caixa

57.V

Leandro Martins/CPB/MPIX

Daniel Dias começou bem a participação na segunda etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de Atletismo, Halterofilismo e Natação, em São Paulo. Na piscina do Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, neste sábado, 5, ele registrou a melhor marca do mundo nesta temporada nos 50m costas e venceu ainda os 200m livre. O paulista é presença confirmada no Mundial de Natação Paralímpica, que será disputado de 30 de setembro a 6 de outubro, na Cidade do México. O Circuito se estende até domingo, 6.

Atual campeão paralímpico da distância, Daniel Dias cumpriu os 50m nado costas, classe S5, em 35s84. O tempo é 11 centésimos mais rápido do que os 35s95 por ele estabelecidos na etapa de Indianápolis (Estados Unidos) da World Series do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês), em junho. Marca que o deixou satisfeito e otimista para o caminho que o levará à capital mexicana.

"Os 50m costas foram muito bons. Houve pouco tempo de treino, porque tirei algumas folgas depois dos Jogos Paralímpicos do Rio 2016. Mas, de qualquer forma, já pude fazer marcas bem próximas às que fiz no ano passado, então fico bastante feliz com o meu desempenho", disse Daniel, que ainda voltou à piscina e venceu os 200m livre em 2min34s79. "Setembro está logo aí e temos poucos dias para alinhar a preparação para o Mundial. Então temos de competir o máximo que conseguirmos. Ter essa estrutura, essa piscina excelente para competir, é muito bom", completou.

O multicampeão paralímpico retorna à piscina ainda na tarde deste sábado, quando disputa os 50m livre. Por fim, nadará os 100m livre na manhã deste domingo - em sua última queda na água na segunda etapa nacional do Circuito. A programação de sábado da natação recomeçará às 16h (de Brasília).

Atletismo
Dois recordes foram quebrados nesta manhã, ambos no lançamento de dardo. Na classe F44, Edevaldo Pereira da Silva alcançou 54,21m e quebrou a melhor marca nacional, que era dele mesmo (53,79m). O segundo recorde desta manhã foi de Brendow Christian, classe T12 (baixa visão). Em pouco mais de uma semana, o manauara superou sua performance duas vezes. Nos Jogos Universitários, Brendow lançou 44,95m e, neste sábado pela manhã, chegou aos 47,25m, conquistando o recorde das Américas. "Eu larguei tudo em Manaus e vim para São Paulo em busca do meu sonho, que é participar de uma edição dos Jogos Paralímpicos e conquistar uma medalha. Dar essa alegria para o povo amazonense e brasileiro", comentou.

Halterofilismo
As atletas da categoria até 67kg abriram o segundo dia de disputas do halterofilismo no Circuito Loterias Caixa. A potiguar Terezinha Mulato (SADEF/RN) se destacou após bater duas vezes seu próprio recorde brasileiro e alçar 97kg na última tentativa. Com o resultado, conquistou o ouro. Ela já está classificada para o Mundial da modalidade, que será disputado no México, de 29 de setembro a 6 de outubro. A prata ficou com Angela Faria Teixeira (CDDU/MG), com 80kg. Já Najara Bentes da Silva (FEPAM/AM) levou o bronze, com 66kg.

Já entre os homens, houve disputas de medalhas para os atletas da categoria até 72kg. O vencedor foi Ezequiel Correa (ALP SBS/SC), que levantou 164kg. O segundo lugar foi ocupado por Raimundo Damasceno (CPRN/RN), com 145kg, e, o terceiro, por Dario Gomes, com 136kg (SADEF-RN).

Esgrima em cadeira de rodas
Na II Copa Brasil de esgrima em cadeira de rodas, Jovane Guissone (ADFP-PR) conquistou sua segunda medalha de ouro na competição. Desta vez, no florete (categoria C). Ele venceu todos os jogos que disputou, inclusive a final contra Vanderson Chaves, da Asasepod/GNU, do Rio Grande do Sul. Já na espada igualmente da categoria C, Bruno Martins (Asasepod/GNU) saiu-se o vencedor, com José Santos (Adeacamp-SP) em segundo lugar e José Santa (ACE-MG) em terceiro.

O Circuito
O Circuito Caixa Loterias é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, halterofilismo e natação. Composto por quatro fases regionais e três nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país.

Patrocínios
A equipe brasileira de paratletismo tem patrocínio das Loterias Caixa e da Braskem.
As equipes de esgrima em cadeira de rodas, halterofilismo e natação têm patrocínio das Loterias Caixa.

Time São Paulo
O atleta Daniel Dias é integrante do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo que beneficia 56 atletas e nove atletas-guia de 10 modalidades.

Serviço
Data: 4 a 6 de agosto
Cidade: São Paulo (SP)
Local: Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro - Rodovia dos Imigrantes, Km 11,5 - ao lado do São Paulo Expo
Programação
II etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de Atletismo, Halterofilismo e Natação
Sábado (5/8) - 15h às 18h
Domingo (6/8) - 8h às 12h

I Copa Brasil de esgrima em cadeira de rodas
Sábado (5/8) - 9 às 17h
Domingo (6/8) - 8h às 12h

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias