Judô Notícias

Campeonato Carioca

Mais de 1.000 judocas vão encher tatames da Arena da Juventude em Deodoro

81.V

Divulgação/FJERJ
A competição, que serve como segunda etapa do Circuito Estadual, será realizada neste fim de semana, no dia 4 de maio, na Arena da Juventude, no Parque Olímpico de Deodoro. Sarah Menezes e Popole Misenga estão entre os inscritos. No domingo, 5, é o Circuito Rio de Janeiro – 2ª Etapa. Ao todo, entre 437 inscritos do Campeonato Carioca e 538 do Circuito Rio de Janeiro – 2ª Etapa, mais de 1.000 judocas vão participar

A competição, que serve como segunda etapa do Circuito Estadual, será realizada neste fim de semana, no dia 4 de maio, na Arena da Juventude, no Parque Olímpico de Deodoro. Sarah Menezes e Popole Misenga estão entre os inscritos. No domingo, 5, é o Circuito Rio de Janeiro – 2ª Etapa. Ao todo, entre 437 inscritos do Campeonato Carioca e 538 do Circuito Rio de Janeiro – 2ª Etapa, mais de 1.000 judocas vão participar

O Campeonato Carioca chegou! O evento será realizado no sábado, dia 4 de maio, no retorno às instalações da Arena da Juventude, no Parque Olímpico de Deodoro. Após o começo do Circuito Estadual com o Torneio de Abertura, ainda em abril, a competição vai servir como a segunda etapa. O Circuito Rio de Janeiro – 2ª Etapa embarca com o Carioca e acontece no domingo, dia 5. O Carioca é o terceiro evento competitivo da temporada do Time Judô Rio, após o Abertura e o Festival de Iniciantes.

Com as classes Sub-15, Sub-18, Sub-21 e Sênior em voga, o Circuito Estadual conta com 437 atletas; o Circuito Rio de Janeiro conta ainda com a Sub-13 e tem, por sua vez, 538 judocas inscritos em seus quadros. Além disso, há ainda uma novidade: a disputa da Classe Veteranos, com 76 atletas. Ao todo, 1.050 competidores estão assegurados no fim de semana entre Campeonato Carioca e Circuito Rio de Janeiro.

A campeã olímpica Sarah Menezes (52kg, Flamengo), que conquistou a medalha de ouro no Abertura – primeira competição que disputou com nova categoria em território nacional, está confirmada na competição. Popole Misenga (90kg, Instituto Reação), atleta nascido no Congo e que vive como refugiado no Brasil desde 2013, é mais um importante nome que está inscrito.

Campeões do Torneio de Abertura na classe Sênior, participam Eduarda Francisco (48kg, Instituto Reação), Fellipe Almeida (60kg, Instituto Reação), Leonardo Arruda (66kg, Jequiá Iate Clube), Luana Costa (57kg, Instituto Reação), Marcos Eduardo Seixas (73kg, Instituto Reação), Carolina Pereira (63kg, Instituto Reação), Luahn Rodrigues (81kg, Instituto Reação), Jéssica Santos (70kg, Instituto Reação), Cleyanderson Silva (90kg, Jequiá Iate Clube), Dãmella Silva (78kg, Espaço Esportivo Claudio Leonardo), Osvaldo Pereira (100kg, Jequiá Iate Clube), Stefanie Miranda (+78kg, Equipe de Judô Pinheiro) e Ruan Isquierdo (+100kg, Instituto Reação). Outros campeões das demais classes também estão inscritos.

A programação no sábado começa com a pesagem para a Classe Sênior do Circuito Estadual: das 7h30 (horário de Brasília) às 8h – o início das lutas está marcado para as 9h. Depois disso, a Classe Veteranos pesa das 9h às 9h30 e compete a partir das 10h50, antes da Cerimônia de Abertura, marcada para as 11h20.

A segunda parte do dia começa com a Classe Sub-18, que pesa às 10h20 e luta a partir das 11h50; a Sub-15 começa a pesagem às 12h20 e vai aos tatames a partir das 13h50; e, por fim, a Sub-21 pesa às 14h e começa os combates às 15h30.

O domingo do Circuito Rio de Janeiro segue horários parecidos. O começo das pesagens da Classe Sênior também é às 7h30, com competição a partir das 9h. A Sub-13 pesa às 9h e luta a partir das 10h35; a Sub-18 começa a pesar a partir das 10h30 e tem as lutas marcadas para 12h; com pesagem às 12h30 e lutas a partir das 14h está a Sub-15; e, fechando o fim de semana, a classe Sub-21 começa a pesar às 13h40 e começa os combates às 15h10.

O Circuito Estadual reúne os principais atletas do judô do Estado, aqueles que disputam vagas nas seleções principal e de base. É a base para o Ranking Estadual que premia os melhores no final do ano. Já o Circuito Rio de Janeiro serve como porta de entrada para a disputa competitiva para as agremiações e para os atletas que querem ter um conhecimento mais aprofundado de suas habilidades num torneio de alto nível de organização e que vale título. Lembrando que os judocas que disputam o Circuito Rio de Janeiro podem migrar para o Circuito Estadual se quiserem.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO AQUI Baixar

www.judorio.org
Valter França

Mais...

Buscas

Todas as notícias

Publicidade
  • AULAS TENIS CLUB 300X250
  • PARA ABENÇOAR 300X250

Outras notícias...