Judô Notícias

Pan-Americano de Judô

Maria Portela é prata e Eduardo Yudy fica com bronze no segundo dia de Campeonato Pan-Americano de Judô

108.V

Rafal Burza/CBJ
Brasileira caiu na final diante da vice-campeã mundial, Maria Perez, de Porto Rico. Yudy derrotou Adrian Gandia, também de Porto Rico, para subir ao pódio

Brasileira caiu na final diante da vice-campeã mundial, Maria Perez, de Porto Rico. Yudy derrotou Adrian Gandia, também de Porto Rico, para subir ao pódio

Depois de estrear com seis medalhas no Campeonato Pan-Americano de Lima, o judô brasileiro voltou a subir ao pódio nesta sexta-feira. Maria Portela ficou com a prata do peso médio feminino (70kg) e Eduardo Yudy Santos (81kg) conquistou a medalha de bronze.

Até agora, a seleção brasileira soma oito medalhas na competição: dois ouros, quatro pratas e dois bronzes. A competição continua neste sábado, com mais sete brasileiros no tatame para o último dia de disputas individuais.

O caminho de Portela até a final começou com uma vitória por waza-ari sobre a cubana Nairelis Fuentes que a classificou às semifinais. A adversária seguinte foi a venezuelana Elvismar Rodríguez, numa reedição da semifinal do Grand Prix de Antalya que terminou com vitória para a brasileira.

O roteiro se repetiu e Portela, pressionada por duas punições, buscou a projeção e marcou um waza-ari no golden score para se garantir em mais uma final pan-americana.

Na decisão, Maria encarou Maria Perez, de Porto Rico, vice-campeã mundial em 2017. A 20 segundos do fim da luta, a brasileira conseguiu um waza-ari e ficou muito perto de seu segundo título pan-americano. O revés veio, literalmente, no último segundo de luta, quando Perez foi para cima e encaixou o ippon para conquistar o ouro pan-americano.

"Foi um pouco de falta de atenção. Ela é uma atleta bastante perigosa e eu saí mesmo frustrada, porque estava com a medalha de ouro e deixei escapar por três segundos. Mas, é um aprendizado para as próximas competições. É levantar a cabeça, porque tem um longo caminho ainda', explicou Portela após conquistar sua quinta medalha em Campeonatos Pan-Americanos.

Eduardo Yudy Santos (81kg) chegou às semifinais, mas parou no medalhista olímpico Antoine Valois-Fortier, bronze em Londres. Depois de pontuar com um waza-ari logo no início do combate, Yudy teve dificuldade para conter o canadense e foi desclassificado nas punições.

"Quando eu consegui a vantagem do waza-ari eu mudei o meu jogo e o canadense começou a crescer em cima disso. Eu continuei num jogo que não estava dando certo e, no final, tomei mais punições", disse Yudy.

Antes disso, ele havia vencido o americano Eduardo Wright com um ippon e o argentino Luis Vega, com um waza-ari. A luta pelo bronze foi contra Adrian Gandia, de Porto Rico, e o brasileiro levou a melhor com um waza-ari.

"Depois da derrota eu fiquei muito chateado. Só que, independentemente da derrota, a competição ainda não tinha acabado. Eu tinha que continuar focado na luta para conseguir trazer essa medalha, afirmou. "Fiz uma competição boa, porém não estou muito feliz com o resultado. Acho que eu poderia ter conquistado o ouro. Agora é voltar para casa e trabalhar isso."

O Brasil ainda teve mais uma chance de medalha com a meio-médio Alexia Castilhos, que terminou em quinto lugar ao perder a disputa pelo bronze para a equatoriana Estefania Garcia. Alexia chegou a sofrer um waza-ari no início do combate, mas reagiu para empatar o placar e levou a luta para o golden score com uma leve desvantagem de um shido. No tempo extra, contudo, a brasileira foi punida mais duas vezes e foi desclassificada.

Nas preliminares, ela venceu a hondurenha Cergia David, caiu nas quartas-de-final para Hannah Martin, dos Estados Unidos, e venceu a mexicana Prisca Awiti Alcaraz, na repescagem.

Os pesos Leve (73kg) David Lima e Lincoln Neves também lutaram nesta manhã. David terminou em quinto lugar, depois de cair nas quartas para Arthur Margelidon, do Canadá, e na repescagem diante do peruano Alonso Wong. Lincoln venceu Jesus Gavidia, do Peru, e parou no canadense Antoine Bouchard, nas oitavas de final.

No sábado, 27, último dia de disputas individuais, o Brasil vai para a disputa com Mayra Aguiar (78kg), Beatriz Souza (+78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg), David Moura (+100kg) e Rafael Silva "Baby" (+100kg).

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias

Publicidade
  • PARA ABENÇOAR 300X250
  • AULAS TENIS CLUB 300X250

Outras notícias...