Judô Notícias

Treinamento de Campo

Treinamento de campo da CBJ reúne cerca de 300 atletas e oito seleções, além do Brasil, em Pindamonhangaba

99.V

Divulgação
Judocas ficarão concentrados no interior de São Paulo para treinamentos durante o período de 31 de março a 12 de abril

Judocas ficarão concentrados no interior de São Paulo para treinamentos durante o período de 31 de março a 12 de abril

Judocas ficarão concentrados no interior de São Paulo para treinamentos durante o período de 31 de março a 12 de abril

Após um início de ano recheado de grandes competições como os Grand Slam de Paris, Dusseldorf e Ecaterimburgo, alguns dos principais atletas do judô mundial aproveitaram uma pequena pausa no calendário para virem ao Brasil treinar com a seleção brasileira no Treinamento de Campo Internacional em Pindamonhangaba, São Paulo. A atividade promovida pela Confederação Brasileira de Judô em parceria com o Comitê Olímpico do Brasil reúne, no período de 31 de março a 12 de abril, cerca de 300 atletas de nove países.

É a terceira vez que a CBJ realiza esse tipo de concentração na cidade do Vale do Paraíba com participação estrangeira. Neste ano, vieram as seleções da França, Holanda, Alemanha, Bélgica, Croácia, Argentina, Equador e Chile. Em outros anos, passaram por lá as principais estrelas de potências como Rússia e Azerbaijão.

O formato do treino é o mesmo dos grandes campings internacionais, como Castelldefels e Mittersill, com uma programação de treinos inteiramente voltada para os randoris, ou treinos de luta.

"A gente planejou esse treinamento aqui em Pinda com bastante randori para aproveitar o treino com os estrangeiros. Temos equipes da Europa, equipes pan-americanas e queremos aproveitar para aprender a lutar em situações diferentes, dominar atletas diferentes", explica a técnica da seleção masculina do Brasil, Yuko Fujii.

E a agenda dos judocas é intensa, contrastando com a tranquilidade do Hotel Colonial Plaza, onde ficam concentrados. Por dia, os atletas fazem duas sessões de treinos de aproxiamdamentes duas horas cada no dojô com algumas dezenas de lutas ao longo da semana.

"É um treino muito prático. Não tem muita conversa, se podemos dizer assim. É um treino específico para randoris, tanto de ne-waza (luta no chão), quanto tachi-waza (luta em pé), assim como é realizado na Europa. Nós fazemos poucas intervenções, porque são randoris específicos para competição", detalha Mario Tsutsui, treinador da seleção feminina de judô do Brasil. "Temos a presença da equipe da França, que veio com uma equipe muito forte, a principal, além da Alemanha, com um time mais novo, e algumas meninas da Holanda, Bélgica, que também são fortes, e os sul-americanos, que estão chegando também", completa.

Entre os destaques internacionais estão diversos medalhistas em campeonatos mundiais, olímpicos e top 10 do Ranking Mundial, como Amandine Buchard (52kg), Clarisse Agbegnenou (63kg), atual tricampeã mundial, Marie-Ève Gahié (70kg), Audrey Tcheumeo (78kg), Guusje Steenhuis (78kg), atual vice-campeã mundial, Frank de Wit (81kg), número dois do mundo, Michael Korrel (100kg), número 4 do mundo, Charline Van Snick (52kg), bronze em Londres 2012, entre outros.

"Chegamos bem ao Brasil para um estágio de preparação para os próximos desafios. É também um momento para ver onde estou após a lesão que sofri no Grand Slam de Paris. Que comece a festa", anunciou a tricampeã mundial e vice-campeã olímpica Clarisse Agbegnenou em postagem nas redes sociais.

Pelo Brasil, foram convocados os principais atletas da seleção Sub-21 e a seleção principal sênior, entre eles atletas como Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Ketleyn Quadros (63kg), Rafael Silva "Baby" (+100kg) e Daniel Cargnin (66kg), que ficaram as duas semanas completas concentrados em Pinda.

Parte da seleção, como a campeã olímpica Rafaela Silva, Maria Portela, Rafael Macedo, Rafael Buzacarini, entre outros, estão competindo os Grand Prix de Tbilisi e Antalya. Mesmo assim, retornarão ao Brasil no dia 09 e participarão dos últimos dias de treinos em Pindamonhangaba.

O intercâmbio servirá como preparação dos atletas para as próximas etapas do Circuito Mundial, como o Campeonato Pan-Americano e o Grand Slam de Baku.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias

Publicidade
  • PARA ABENÇOAR 300X250
  • AULAS TENIS CLUB 300X250

Outras notícias...